ESTUDOS

A BESTA DE APOCALIPSE 13 E A GUERRA AOS SANTOS



A BESTA DE APOCALIPSE 13 E A GUERRA AOS SANTOS


LEITURA RESPONSIVA: Apocalipse 13: 1-9


VERSO ÁUREO: “E foram dadas à mulher duas asas de grande águia, para que voasse ao deserto, ao seu lugar, onde é sustentada por um tempo, e tempos e metade de um tempo, fora da vista da serpente.” (Apoc. 12:14)


INTRODUÇÃO DA LIÇÃO

Daniel nos fortaleceu detalhes para que pudéssemos conhecer a história mundial desde os dias do cativeiro de Judá em Babilônia, até a gloriosa vinda do Messias e a implantação do Reino Milenar. Falou-nos animais terríveis e do surgimento da ponta pequena, que se levantaria contra Deus, promovendo por três tempos e meio, grande perseguição aos santos. Agora veremos a relação entre a besta que subiu do mar e as mencionadas por Daniel e mais informações sobre a perseguição e sua forma de selecionar e identificar seus adoradores.


RECAPITULAÇÃO

Daniel viu quatro animais subindo do mar ........................................ Daniel 7: 1-7
Os animais significavam quatro reis ou reino ...................................... Daniel 7:17
Na cabeça do quarto haviam dez pontas, mas surgiu outra ............... Daniel 7:24
A ponta pequena perseguiu os santos por 1260 anos .........................Daniel 7:25

QUESTIONÁRIO

1.  De onde surgiu a besta de Apoc. 13:1, 2 e que semelhanças apresentava em relação aos quatro animais vistos por Daniel?

1) Besta em Apoc. 13:1 ................................Subiu do mar (surgiu dentre povos)
Quatro animais em Daniel 7:3 ................................................... Subiram do mar
2) Besta em Apoc. 13:1 ......................................................... Tinha sete cabeças
Quatro animais em Daniel 7:3-7 ...................... Juntos totalizavam sete cabeças
3) Besta em Apoc. 13:1 ............................................................. Tinha dez chifres
Quatro animais em Daniel 7:7 .................. O quarto tinha dez pontas ou chifres
4) Besta em Apoc. 13:2 ......................... Seu corpo era como o de um leopardo
Quatro animais em Daniel 7:6 ....................... O terceiro era como um leopardo
5) Besta em Apoc. 13:2 ............................................ Seus pés era como de urso
Quatro animais em Daniel 13:2 ........................... O segundo era como um urso
6) Besta em Apoc. 13:2 ...................................... Tinha a boca como de um leão
Quatro animais em Daniel 7:4 ........................... Tinha a boca como de um leão
7) Besta em Apoc. 13:5, 6 .......................... Blasfemava; falava arrogantemente
Quatro animais em Daniel 7:16, 20 ... A ponta pequena falava grandiosamente
8) Besta em Apoc. 13:7 ................ Recebeu poder para perseguir os santos
Quatro animais em Daniel 7:21, 25 ............ Fazia guerra e vencia os santos
9) Besta em Apoc. 13:5, 7 ...................... Perseguiu os santos por 42 meses
Quatro animais em Daniel .................. Combateu os santos por 3,5 tempos

2. Que vem a ser esta besta e que representa a ponta pequena mencionada por Daniel no capítulo sétimo?

Como vimos, nesta besta de Apoc. 13 estão resumidos as características dos quatro animais vistos por Daniel, o que significa que o Império Romano assimilou e reuniu em si particularidades de seus antecessores. Assim sendo, a besta é o Império Romano e o papado exerceu o papel da ponta pequena, perseguindo os santos do Altíssimo.

3. De que forma se deu a ascensão da ponta pequena e que fez para consumar seu poder?

A união da “igreja” como o Estado, teve início com a suposta conversão de Constantino ao cristianismo. Visando manter a unidade do Império Romano, passou a se envolver com a religião, fazendo-lhe concessões. Para tal, era mister mesclar com esta princípios do paganismo, dando origem à feroz apostasia que chegou até nossos dias. A mudança da capital de Roma para Constantinopla (hoje Istambul, cidade da Turquia) em 330 A.D., enfraqueceu o Império Romano, abrindo caminho ao papado.

4. Que outra prova importante temos da consolidação do poder da ponta pequena? Que sucedeu com três da dez pontas?

Até 476, o bispo de Roma partilhava do poder com os imperadores de Roma Ocidental, quando houve a invasão de Odoacro, rei hérulos, que derribou o último dos Césares. O Império se fragmentou em dez reinos menores. O poder papal, no entanto, derrotou seus opositores: os hérulos em 493, os vândalos em 534 e os ostrogodos entre 538-553, adquirindo mais lideranças no Império de Romano do Ocidente. O imperador Justiniano emitiu um decreto em 533, reconhecendo o Papa de Roma como o “cabeça de todas as Igrejas”.

5. Segundo a profecia, por quanto tempo os santos seriam perseguidos?

Do ano de 538 a 1798 A.D., temos um período de 1260 anos. Durante este tempo, o poder político-religioso nas mãos do líder da religião romana permitiu que este lançasse feroz e implacável perseguição contra todos os que lhe opusessem ou discordassem de seus princípios. Note que Daniel (7:25), fala num período de 3,5 tempos e Apoc. 13:5-7, de 42 meses, que corresponde a 1260 dias Apoc. 12:6, 14 menciona igualmente 1260 dias e 3,5 tempos, como o período em que a Mulher (Igreja), permanecia no deserto, protegia da perseguição movida pela grande dragão vermelho. Compare este dragão (Apoc. 12:3), com a besta (Apoc. 13:1): ambos de sete cabeças e dez chifres, o que significa se tratar do mesmo poder perseguidor. Tomando-se por base o princípio de 1 dia = 1 ano (Ezeq. 4:6; Núm. 14:34) que pode ser aplicado em certas profecias (Exemplo: As 70 semanas de Daniel), chegamos aos 1260 anos literais. Em 1798 o papa foi aprisionado por Napoleão Bonaparte, vindo a morrer exilado em Valença, na França, no ano seguinte. Isto pôs fim período de supremacia p. Vencido este período a Mulher sai do deserto e segue pregando (Apoc. 10:11; 12:17).