ARTIGOS

AINDA É TEMPO!



AINDA É TEMPO!

Ao acompanhar os noticiários nos jornais através da imprensa escrita e falada, pela internet e outros meios de comunicação, nos leva mais uma vez refletir, sobre que circunstâncias o mundo vive hoje. Os acontecimentos se desenvolvem com tamanha rapidez e maneira assustadora, levando muitas pessoas ao descrédito de que vivemos num estágio sem esperanças de paz, amor e justiça para a humanidade. Contabiliza-se 12 (Doze) pessoas mortas, em Paris (França), diante do atentado terrorista conduzido na manhã de quarta-feira (07/01/15). Dois homens armados abriram fogo contra a sede da revista francesa “Charlie Hebdo”, dos mortos 8 (oito) são jornalistas. Outras 11 (onze) pessoas ficaram feridas. Desta maneira, o mundo vive momentos
de apreensão e toda atenção é voltada pelo que vem através dos próximos dias. Segundo os meios noticiosos o nível “alerta de atentado”, o mais alto em termos de vigilância e segurança na França, está sendo aplicado em outras regiões.

Podemos afirmar de que o mundo vive diariamente com barbáries de toda espécie, e dizemos mais ainda: no relógio das profecias bíblicas, os ponteiros anunciam que estamos perto do momento do maior acontecimento de todos os tempos: a volta de Jesus Cristo. As evidências são incontestáveis. A violência atingiu índices sem precedentes. Vivemos num clima de insegurança generalizada. Podemos afirmar que a violência é o mal deste século. O pecado tem variedades de cores. O sexo virou produto de consumo. O apego às coisas materiais é outro sintoma da proximidade do fim. Vemos estarrecido, um mundo contraditório: a coisa dominando a criatura. O que impressiona é o número também crescente de denominações religiosas as quais, em última análise, promovem a boa convivência e o amor ao próximo. Já estava profetizado que seria assim: “Sabe, porém, isto: Nos últimos dias sobrevirão tempos difíceis; pois os homens serão egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes, desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem, traidores atrevidos, enfatuados, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus, tendo forma de piedade, negando-lhe, entretanto, o poder. Foge também destes.” (II Tim. 3 : 1 – 5). O apóstolo Paulo nos dá um conselho oportuno: “E digo isto a vós outros que conheceis o tempo: já é hora de vos despertardes do sono; porque a nossa salvação está, agora, mais perto do que quando no princípio cremos. Vai alta a noite, e vem chegando o dia. Deixemos, pois, as obras das trevas e revistamo-nos das armas da luz.” (Rom. 13 : 11, 12). O fim de todas as coisas está próximo, e nossa única segurança consiste em buscar “Ao Senhor enquanto se pode achar” (Isaias 55 : 6). É tempo de buscar o Senhor. Tempo de arrependimento. De confissão, de entrega. Tempo em que devemos ser mansos, enquanto a violência campeia. Tempo de odiar
o pecado, enquanto a sociedade moderna o acha encantador. Promovem o natal com suas fantasias, e envolvem as crianças a acreditar em papai noel - quando tudo é mentira – e o destino dos mentirosos todos sabem. (Apoc. 21:8). É tempo de preferir os valores eternos às coisas fugazes deste mundo. Tempo de distinguir, com clareza, as contrafações do inimigo. Tempo de vigiar e orar. AINDA É TEMPO de Buscar o SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto.! Que o Altíssimo nos envolva com o Seu Santo Espírito para a verdadeira compreensão dos seus desígnios.

Paz Seja Convosco!
08/01/2015
Pastor Muricy M. da Rocha Loures Jr. (Laranjeiras do Sul Pr.)