ARTIGOS

O ENSINO A FÉ E O TESTEMUNHO DA FAMÍLIA CRISTÃ




O bom testemunho da família no Senhor
“Vós, mulheres, estais sujeitas a vossos próprios maridos, como convém no Senhor. Vós, maridos, amai a vossas mulheres e não vos irriteis contra elas. Vós, filhos, obedecei em tudo a vossos pais, porque isto é agradável ao Senhor. Vós pais, não irriteis a vossos filhos, para que não percam o ânimo.” (Cl 3, 18-21).

A Igreja de Deus de Fortaleza vem desenvolvendo um trabalho evangelístico de inclusão da família na Igreja. Como ministros do Senhor temos que ficar atentos para a família com seus anseios diante da tarefa de educar os filhos nos caminhos do Senhor e a relação entre: homem e mulher, pais e filhos, família e igreja. Pois, a família cristã é alvo constante e intenso dos ataques e armadilhas de satanás. O inimigo lança seus dardos inflamados contra a mesma e a igreja tem que está preparada para este combate.

Somos a família de Deus:
“Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos santos e da família de Deus” (Ef 2,19).
O Senhor nos concedeu essa benção de sermos participantes da família dos céus. Para tanto a Igreja de Fortaleza está desenvolvendo um trabalho evangelístico específico para a família: Criamos uma diretoria para as crianças, os jovens e as senhoras. Com isso reservamos o 2o sábado do mês para o culto das senhoras e o 4o sábado do mês para o culto da mocidade e crianças.  
Estes cultos têm o objetivo de trabalhar a participação dos jovens, das crianças e senhoras na igreja e ao mesmo tempo utilizar este espaço para os instruirmos na doutrina e suas responsabilidades que cada um deve ter no bom testemunho cristão.

É de suma importância e de modo especial a atuação da mulher na vida da igreja:
Não obstante encontramos em toda a bíblia relatos como as santas mulheres vivenciaram o seu testemunho de fé como nos casos de Sarah, Rebeca, Raquel, Ester, Ana, Noemi, Rute, Débora, e tantas outras.
E, no tempo de Jesus temos: Isabel mãe de João Batista, Maria mãe de Jesus, a profetisa Ana, Marta e Maria sua irmã, Maria Madalena, Maria mãe de Tiago, Joana, Susana e Salomé entre outras.
Também no início da igreja vemos a participação das mulheres: “Todos estes perseveravam unanimemente em oração e súplicas, com as mulheres, e Maria, mãe de Jesus, e com seus irmãos” (At 1,14).
Importante relatar o que se registra no livro de Atos dos Apóstolos onde muitas mulheres foram atuantes na caminhada da igreja como:
- Uma discípula por nome de Tabita que habitava em Jope que servia ao santos e que após morrer Pedro a ressuscita (conferir At 9, 36-43).
- Na cidade de Filipos quando Paulo e Silas pregaram o evangelho e várias mulheres estavam reunidas em oração e uma por nome de Lídia aceitou a mensagem ela e toda a sua casa (conferir At 16, 12-15).
- Vale ressaltar também que Filipe o evangelista tinha quatro filhas donzelas que profetizavam (conferir At 21, 8-9).

E outro fato importante é que tanto homens quantos mulheres eram levados a prisão por serem testemunhas de Jesus Cristo:
“E Saulo, respirando ainda ameaças e mortes contra os discípulos do Senhor, dirigiu-se ao sumo sacerdote e pediu-lhe cartas para Damasco, para as sinagogas, a fim de que, se encontrasse alguns daquela seita, quer homens quer mulheres, os conduzisse presos a Jerusalém” (At 9,1-2).
Tanto homens quanto as mulheres sofriam a perseguição por causa do nome do Senhor Jesus:
“E Saulo assolava a igreja, entrando pelas casas; e, arrastando homens e mulheres, os encerrava na prisão” (At 8,3).
“E persegui este caminho até a morte, prendendo e metendo em prisões tanto homens como mulheres” (At 22, 4).

Em sua carta apostólica aos Romanos ele Paulo menciona várias mulheres que ajudaram na obra do Senhor sendo elas: Febe, Priscila, Maria, Júnias, Trifena e Trifosa, Pérsida, Júlia, Olímpia. (Conferir Rm 16, 1-15).

A mulher como adjuntora do homem no lar cristão:
A mulher tem a missão de cuidar, zelar bem do lar, amar seu marido, educar e ensinar as mulheres mais jovens na doutrina.
Vejamos o que o apóstolo Paulo escreve a Timóteo lembrando-o de quem ele aprendera sobre a sua fé: “Trazendo a memória a fé não fingida que em ti há, a qual habitou primeiro em tua avó Loidé e em tua mãe Eunice, e estou certo de que também habita em ti” (II Tm 1,5).
E também o que Paulo escreveu ao irmão Tito: “As mulheres idosas, semelhantemente, que sejam sérias no seu viver, como convém a santas, não caluniadoras, não dadas a muito vinho, mestras no bem, para que ensinem as mulheres novas a serem prudentes, a amarem seus maridos, a amarem seus filhos, a serem moderadas, castas, boas donas de casa, sujeitas a seus maridos, a fim de que a palavra de Deus não seja blasfemada” (Tito 2, 3-5).

Um espaço jovem para o jovem na igreja:
Da mesma forma a Igreja de Deus de Fortaleza reservou o 4o sábado do mês para um trabalho evangelístico de doutrina para as crianças e os jovens. Neste espaço realizamos o culto da mocidade e das crianças e que elas mesmas dirigem o culto ao Senhor. E digamos é uma experiência magnífica desde cedo a criança e o jovem aprenderem o trabalho de culto.
Aproveitamos suas idéias, garra, força e vontade de servirem ao Senhor. O próprio Deus instigou assim a Israel a ensinar sua lei, seus preceitos, estatutos, os seus mandamentos a seus filhos (conferir Dt 6,1-7). E nós hoje como igreja temos esta missão de instigar aos nossos filhos a aprender a cultuar ao Senhor a guardar seus mandamentos, e ensinar a mensagem do reino de Deus o evangelho da salvação e o bom testemunho de ser jovem e cristão no mundo atual.

Vale lembrar o que o próprio Jesus falou das crianças: “Pela boca dos meninos e das criançinhas de peito tiraste o perfeito louvor?” (Mt 21.16).
Temos que ter este carinho especial pelas crianças assim como o Senhor Jesus fez e disse que aquele que se não fizer como uma criança não entraria no reino de Deus. As crianças são simples, meigas, singelas e espontâneas na sua forma de adorar ao Senhor.
• Mateus 19, 13-14: “Trouxeram-lhe, então, alguns meninos, para que sobre eles pusesse as mãos e orasse; mas os discípulos os repreendiam. Jesus, porém, disse: Deixai os meninos, e não os estorveis de vir a mim, porque dos tais é o reino dos céus”.
• Marcos 10, 15: “Em verdade vos digo que qualquer que não receber o reino de Deus como menino, de maneira nenhuma entrará nele”.   

E aos jovens o que a bíblia diz:

• Salmos 119,9: “Como purificará o mancebo o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra”.
• I João 2,13-14: “Mancebos, escreve-vos, porque vencestes o maligno. Eu vos escrevi, mancebos, porque sois fortes, e a palavra de Deus está em vós, e já vencestes o maligno”.
• Provérbios 4,1-5: “Ouvi, filhos, a correção do pai, e estais atentos para conhecerdes a prudência. Pois, dou-vos boa doutrina; não deixeis a minha lei. Porque eu era filho de meu pai, tenro e único em estima diante de minha mãe. E ele ensinava-me e dizia-me: Retenha as minhas palavras o teu coração; guarda os meus mandamentos e vive. Adquire a sabedoria, adquire a inteligência, e não te esqueças nem te apartes das palavras da minha boca”.

Que possamos juntos em nome do Senhor Jesus nos unir neste propósito de ajudar a família cristã e que cada igreja local possa com mais amor e empenho atenderem as aspirações da família na igreja.

PAZ SEJA CONVOSCO!

Pb. Francisco José – Fortaleza/Ce.