ESTUDOS

A CEIA DO SENHOR E O LAVA-PÉS



A CEIA DO SENHOR E O LAVA-PÉS


LEITURA RESPONSIVA: I Coríntios 11:17-34


VERSO ÁUREO: “Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia.” (João 6:54)


OB
JETIVO DA LIÇÃO

Mostrar a importância e a necessidade de participarmos regularmente da Ceia do Senhor e do Lava-pés. Esta cerimônia é realizada anualmente, em tempo determinado (14 de Nisã) segundo as Escrituras.

INTRODUÇÃO

Os judeus não conseguiram entender o que o Messias lhes dizia (João 6:51,52). Na verdade, comer Sua carne e beber Seu sangue não é um ato de canibalismo. É espiritual. Do dia 13 para 14 de Nisã, ou Abib, Jesus esclareceu tudo, realizando a Santa Ceia com seus apóstolos. Após a ceia pascal, levantou-Se da mesa, tirou as vestes de cima, deixou a água numa bacia e passou a lavar os pés de Seus discípulos. Ensinava ali a humildade e nos mandou imitar Seu exemplo para não perdê-la. Terminando essa lição, voltou à mesa e seguiu dando preciosas instruções. Era chegada a hora de revelar o traidor Judas Iscariotes. Agora, verdadeiramente na chamada Ceia do Senhor, Ele entrega o bocado molhado ao traidor. Ao participarmos da Ceia, adquirimos força e vida: Vida eterna!

ESTUDO SEMANAL

1º dia: João 6:51-59
Seg.: João 13:1-17
Ter.: Lucas 22:17-23; João 13:26-30
Qua.: Êxodo 12:3,6,8
Qui.: I Cor. 5:7,8
Sex.: I Coríntios 11:27-32

QUESTIONÁRIO

1.  No batismo somos revestidos de Cristo e na Ceia?

No batismo, temos nós em Cristo, e na Ceia, Cristo em nós. Ao recebermos os símbolos, nos alimentarmos espiritualmente, e nos preparamos para a ressurreição (João 6:54) em Sua segunda vinda.

2. Em que condições não podemos participar da Ceia? Podemos oferecer a Ceia a visitantes ou participar de cerimônias similares nas denominações?

Se nossa consciência nos acusa de algum erro não confessado ou admitido, se estamos mal com algum irmão, afastados, em disciplina ou deligados da Igreja a Ceia pode redundar em condenação para nós (I Cor. 11:27-29). Recomendamos que se procure o pastor para aconselhamentos. Ficar sem a Ceia, também é grave. Quem deixa de tomar a Ceia por mais de uma vez consecutiva, deve ser aconselhado. Não podemos dar a Ceia a pessoas que não sejam membros legítimos da Igreja de Deus e nem devemos participar de ceias noutros movimentos.

3. Por que o lava-pés é celebrado antes da Ceia do Senhor?

Tomando Judas Iscariotes como referência, vamos notar que ele esteve presente no lava-pés (João 13:10,11), mas saiu durante a Ceia do Senhor (Mat. 26:20-25; Marcos 14:17-21; Lucas 22:17-23), após pegar o bocado molhado (João 13:26-30). No lava-pés ele não foi identificado, mas na Ceia do Senhor fosse realizada antes do lava-pés, a ordem estaria invertida e Judas não poderia estar no ato.

4. É necessário o lava-pés? Como se realiza este cerimonial?

Foi recomendado para cadastramento das viúvas (I Tim. 5:10). Costumava-se oferecer água para lavagem dos pés aos visitantes (Lucas 7:44). Jesus o insistiu mostrando Sua humildade e nos ordenou igualmente a praticá-lo (João 13:13-17)

5. Por que a Ceia do Senhor é celebrada anualmente, no início do dia 14 de Nisã?

João Batista reconheceu em Jesus o Cordeiro de Deus que tiraria o pecado do mundo. No antigo pacto, um cordeiro pascal simbolizando Jesus, morreria anualmente na tarde do 14 de Nisã ou Abib (primeiro mês do calendário religioso hebraico) e era comido a noite (Êxodo 12:3,6,8). Jesus é nossa páscoa e tinha que cumprir Seu papel. O antítipo deveria encontrar o tipo. Como Ele não poderia estar presente para comer a última páscoa (Luc. 22:8,15); instituir a Ceia e morrer no mesmo horário, celebrou a Ceia antecipadamente, mas dentro do dia marcado: 14 de Nisã. Biblicamente, após o pôr-do-sol, já é outro dia. Paulo nos diz que a Ceia foi celebrada à noite (I Cor. 11:23). Ora, se a Ceia é um memorial da morte do Senhor, não vemos razão para ser celebrada fora da data de sua morte. Nós a celebramos na noitinha de 13 para 14 de Nisã, no mesmo tempo feito por Jesus. Outrossim, há os que, além de celebrarmos fora da data, ainda a fazem pela manhã, ou à tarde. Nestes casos pode ser tudo: santo café, lanche do Senhor, mas nunca santa ceia, pois ceia é refeição noturna.

6. Que elementos são necessários para esta celebração?

Pão asmo e vinho puro (Mat. 26:26-29). Fermento é o símbolo da falsidade. A Ceia foi celebrada na época dos pães asmos e, evidentemente, com asmos. Paulo nos recomenda a nos limparmos do fermento e fazermos a festa com asmos (I Cor. 5:7,8). O fermento, neste caso, representava os crentes em pecado que contaminavam a Igreja de Deus em Cristo.

7. Não havendo um pastor ou consagrado quem celebra a Ceia?

O ideal era que houvesse um consagrado para estar em cada cidade. Não havendo, o ministério excepcionalmente autoriza os principais irmãos a ministrarem a Ceia No A.T. a páscoa era celebrada nas casas e as famílias pequenas se juntavam; provavelmente a cerimônia era celebrada pelos chefes das casas.

TESTANDO O APRENDIZADO

COLOQUE CERTO OU ERRADO


A Ceia é para qualquer época. (    )
Devemos usar pão asmo e vinho puro e só membros devem participar. (    )
De manhã, tarde ou à noite, o horário não faz diferença. (    )
Ceia após o pôr-do-sol de 14, já é no dia 15 e está fora da Palavra de Deus. (    )
Não precisamos fazer o lava-pés. (    )