ESTUDOS

OCUPANDO JÁ OS LUGARES CELESTIAIS



OCUPANDO JÁ OS LUGARES CELESTIAIS


LEITURA RESPONSIVA:
II Pedro 1:10-21


VERSO ÁUREO: “Mas chegastes ao monte de Sião, e à cidade do Deus vivo, à Jerusalém celestial, e os muitos milhares de anjos.” (Hebreus 12:22)


INTRODUÇÃO DA LIÇÃO

O homem de Deus já ocupa uma gloriosa posição de destaque. Embora não reconhecido no presente século, o povo de Deus vive Reinando Espiritual da Graça atuando como nação sacerdotal que anuncia ao mundo as boas novas do Reino de Deus. Sim, que mui em breve virá o Messias Jesus assumir o comando do planeta e estabelecer um Reinado literal de paz e justiça sobre a Terra, no objetivo de leva-la de volta às origens, ao paraíso edênico (Jer. 23:5; Isaías 11:9; Ezeq. 36:35,36).

QUESTIONÁRIO

1. Qual era nossa situação antes de aceitarmos o plano de Deus para nossa salvação e com quem era nossa luta naquele tempo?

Mortos, sem Deus e em densas trevas: Efésios 2:1-3; 4:17,18; Col. 2:13; 3:6,7. Sem o sacerdócio, o culto e as promessas: Rom. 9:4,5; 11:17; Efésios 2:11,12.

2. De escravos de satanás e do pecado, que importante mudança já é real em nossa vida de cristão?

Vivemos na Família de Deus e temos direito em Cristo, nas mesmas promessas feitas aos israelitas: Col 2:12; 3:1-3; Efés. 2:13,20; I João 3:2; Gál. 3:27-29.

3. Que importante posição ocupamos na condição de povo de Deus? Espiritualmente existe diferença entre um justo e um incrédulo ou ímpio?

Estamos em um nível superior, em lugares celestiais (Efés. 2:5,6; 1:3). Já não temos mais lutas contra o homem, a carne e o sangue, mas sim contra as potestades espirituais (Efés. 6:12). Este é o sentido de estarmos já em lugares celestiais, conhecendo e vivendo no Reino da Graça e enfrentando inimigos mais poderosos.

4. Que importância especial tem para nós a passagem de Hebreus?

A Bíblia cronológica de estudos da Editora Vida data a origem do livro de Hebreus em 64 d.C. Isto significa que, já naquela época, o povo de Deus tinha chegado ao monte de Sião, à Jerusalém celestial. Como? Já somos remidos, buscando as coisas do alto, vivemos no Reino Espiritual da graça e somos um povo sacerdotal de Deus, que ocupa um lugar de grande autoridade sobre os poderes espirituais da maldade.

5. Faz diferença se estamos ou não ligados e ativos na Igreja de Deus?

É evidente que sim. Como podemos verdadeiramente fazer parte da Família de Deus, se não vivermos juntos e em plena comunhão uns com os outros? I João 1:7. A Igreja é o Corpo e Jesus, a cabeça (Efés. 1:22,23). Quem estiver afastado ou fora da verdadeira Igreja, não está com ou em Jesus! E é necessário estarmos nEle; ligados em Seu Corpo e exercendo em conjunto com os santos, a tarefa sacerdotal e missionária de anunciar o Evangelho do Reino de Deus (João 15:1-7; Rom 8:11; II Cor. 5:17; Atos 2:44-47; I Pedro 2:9,10).

6. Estando já na verdadeira fé, é correto dizer que estamos buscando a salvação? Que obedecemos aos princípios de fé, para sermos salvos?

Nunca devemos nos expressar desta forma. Se já aceitamos a Cristo como nosso Salvador pessoal, fomos batizados e ingressamos na verdadeira Igreja, na verdade já somos salvos! A Palavra de Deus é clara ao dizer: somos salvos (Efés 2:8,9). Somos e não seremos! Jesus já consumou Sua obra e por Seu sangue somos redimidos.
Uma vez salvos, temos que lutar sim, não para ganhar a salvação, pois já a temos, mas para conservá-la. “Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa.” (Apoc. 3:11) Ver também Cap. 2:25)

7. Existe alguma religião que ensina não estarem os crentes atuais salvos e que Jesus não completou na cruz a Obra da Salvação?

Nota: Os adventistas não podem dizer que estão salvos em Cristo: Terão sim, que dizer que estão buscando a salvação, pois, segundo sua fé, dependem de um juízo investigativo iniciado em 1844, juízo que designado a identificar os verdadeiramente dignos dos benefícios da salvação ou expiação. Este assunto abordaremos mais à frente quando analisarmos o tema “Existe um Juízo Investigativo”?

CONCLUSÃO

Enquanto que muitos estão inseguros ou mesmo já julgando como povo de Deus e candidatos a uma morada no Céu por alguns anos ou por toda a eternidade, os verdadeiros cristãos, que se identificam com a Palavra, na realidade já estão em lugares celestiais em Cristo Jesus. Nos relacionamos com Deus, somos assistidos por Seus santos anjos e vivemos numa constante batalha, não mais na carne, com os nossos semelhantes, mas com hostes espirituais na maldade. Buscamos as coisas do alto. Somos vencedores contra o príncipe das trevas. Está é a grande diferença, que o jamais sentido pelos que desconhecem a Deus.
Não ambicionamos o Céu, porque o Céu não foi feito para o homem. Lá está o Trono de Deus e é a Sede de Seu Governo. A nós, reservou a Terra. É, na verdade, o estrado de Seus pés, mas...haveria lugar melhor que este para nós? A Terra é um grande projeto. Está contaminada, mas será purificada, voltando a ser o que Deus considerou “muito bom” (Gên 1:31). Obrigado Senhor por tão grande presente. E obrigado Senhor, pela salvação em Cristo, que nos assegura a vida eterna a Teus pés!